Pesquisar este blog

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A NECESSIDADE DE SER FELIZ




Você é daqueles que desperdiça a vida atrás da tal ”FELICIDADE”?
Se é, bem vindo ao clube.
É normal criarmos metas, objetivos, nos empenharmos para conquistar as coisas, idealizar pessoas, irmos em busca de novos sonhos.
É inerente do ser humano, idealizar novas conquistas, alçar novos vôos.
Por vezes perseguimos estes objetivos. Perseguimos a FELICIDADE, vivemos da expectativa, empenhamos toda nossa atenção, toda nossa energia ,pois é claro: Temos que ser felizes.
Um projeto de vida, um carro novo, namorada nova, casamento, filhos, emprego, poderia criar uma lista infindável, pois muitas são as coisas que queremos nesta vida.
E percebam o tempo não é tão grande assim, afinal, nascemos e um dia partiremos.
E aí é que está o problema.
Gastamos a vida inteira, perseguindo novas conquistas, novos objetivos, para sermos “felizes”.
E quando conquistamos… Partimos em busca de novos sonhos, de novas coisas.
A felicidade é instantânea. Num “quantum” de tempo, deixamos de ser, ou de se sentir, e daí, como loucos, voltamos a correr de novo atrás dela.
Na realidade nem temos tempo de curtir, de agradecer, de viver, como pessoas felizes.
A ansiedade, a expectativa que criamos é tanta, que por vezes nem damos o devido valor ao que conquistamos.
A Felicidade por ser uma meta de vida, quando vem fácil, deixa de ser felicidade não é mesmo?
Felicidade se tornou um sonho, algo idealizado, onde colocamos no futuro todas as nossas esperanças. Falei no “Futuro”?
Será que é difícil ser feliz AGORA?
Será que o muito ou o pouco que conquistamos não nos deixa felizes?
Será que sempre vai ficar em nossa boca o gostinho de quero mais?
 Será que em algum momento alguém vai se sentir realizado com o que já conquistou? Sabedor de ser um Ser feliz?
Muitas são as perguntas não é mesmo?
Não precisamos ser velhos para nos sentir realizados com nossas conquistas. A felicidade é agora. Somos felizes somente por estarmos vivos.
Enquanto espermatozóides, na corrida pela sobrevivência, nós fomos os ganhadores, foi cada um de nós que conseguiu estar aqui.
Acho que deveríamos rever o conceito “ SER FELIZ”.
Afinal estou falando de conquistas, imaginem se estivesse falando de derrotas.
Namastê

Magaly Delgado


 Ps_ Publiquei este texto em 2009, mas relendo meus escritos, acho que veio à calhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário