Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

CAMINHANDO NA FÉ


Caminhando na Fé


Peço que as energias que vem do Norte, do Sul, do Leste e do Oeste, resultem na minha força e proteção.
Que a Terra, o Fogo, a Água e o Ar restabeleçam a unidade do meu Eu interior.
Que a Estrela do Oriente traga a clareza e a força, que a sabedoria dos meus mentores e ancestrais nos passa de geração em geração.
Que o poder de Deus-Pai, reúna todos os meus “Eus”, fortalecendo a minha ligação com o Criador.
Que a minha Fé seja o meu instrumento principal, para derrotar as amarras que tenta nos manter neste estágio de evolução.
Que a energia que equilibra a dualidade entre as forças, Neutralize todo mau e que o meu crescimento seja o despertar da minha própria consciência.
Que a proteção que me foi dada desde o primeiro sopro de vida, nesta jornada terrestre, traga a força do guardião da Lei, fazendo girar o mundo para conter o poder dos inimigos.
Que os meus passos dentro da Seara espiritual se fortaleçam e que as respostas me sejam reveladas à medida que o meu entendimento me reconduza passo a passo na disciplina da Lei e na Ordem  Divina do Criador.
Que eu tenha coragem de enfrentar minhas próprias sombras, medos e ilusões, e que meu Ego seja contido pelo Amor à minha missão.
Que a Esperança de realizar e obter a herança divina atribuída aos filhos de Deus, una os meus irmãos de Fé, para que juntos consigamos fazer voar está grande estrela, pois a cada um de nós foi atribuída uma tarefa, e juntos fazemos parte do Todo.
Se juntos estamos, é porque juntos devemos ficar.
E se somos um, sofro por eles, como eles sofrem por mim, e pela tua misericórdia e amor, peço a sua proteção a todos e solução aos problemas de cada um de nós, para que possamos com Dedicação e Fé cumprir e realizar a nossa tarefa no Caminho da Luz.

              

                                                 Magaly Delgado

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Oração de Cura

ORAÇÃO de CURA

PAI,
Que a sua misericórdia recaia sobre nós.

Que nossos amparadores, Anjos e Guardiões nos guardem e protejam a fim, de que possamos estar envoltos nesta corrente de Luz.

Que o nosso campo emocional, seja tratado, para que nos sintamos conectados, recebendo assim, através dos nossos chacras e meredianos a energia necessária para nossa cura.

Que a corrente médica do espaço, zele por nós, com o objetivo de podermos receber a cura imediata, ou o direcionamento correto, afim de que os médicos da terra o façam.

Que nossas células se renovem.

Que nossos ossos se fortaleçam.

Que o nosso sangue flua.

E que todos os nossos órgãos sejam visitados pela “Energia Divina”.

Que os raios de Luz, dissolvam do nosso Mental, toda e qualquer forma pensamento negativa, que possa estar alojada dentro de nós.

E que eu permita, que estes pedidos possam se concretizar, através da minha vontade, pois:

EU SOU A PERFEIÇÃO E A CURA DE DEUS EM MIM. 3x

                   Obrigado, Obrigado, Obrigado

Canalizado por Magaly Delgado

sábado, 24 de setembro de 2011

Planeta Terra, Chamando Seus Filhos...

Planeta Terra, Chamando Seus Filhos...
Queridos Peregrinos deste Planeta Chamado Terra,
Paz e luz no coração de todos.
Imaginemos quantos de nós, estamos enfrentando neste momento a instabilidade emocional, que o nosso período de transição, nos está impondo.
Subentende-se que falo da chamada Transição Planetária, esta que nos possibilita a darmos um salto quântico à outra dimensão, ou que nos reconduz novamente à nossa própria Reintegração Cósmica.
Sei que muito já se falou sobre o assunto, e também não quero me repetir.
Esta instabilidade que falo hoje se desenvolve em todos os níveis, no Macro ou Micro Cosmo, no Planeta Terra, bem como nos nossos Corpos Físicos, Emocionais e Espirituais.
Mas a muito se tem avisado, de que o momento chegaria, e que deveríamos nos preparar para as grandes mudanças.
Através de Canalizações, da Divina Fraternidade de Luz, e dos Irmãos Espirituais, fomos no decorrer do tempo, sendo preparados, para atravessarmos este período.
Muitos despertos, outros em total adormecimento.
Fala-se obviamente muito em relação a 2012, e do fim do calendário Maia.
Proclama-se aos sete ventos, a possibilidade do fim do mundo, sem nem ao menos se preocupar com o efeito borboleta, que este Tsunami de informação, pode gerar na Egrégora do Planeta, ou no nosso Inconsciente Coletivo.
As mudanças já se operam em todas as estruturas, desde a molecular e em cada célula viva do nosso Planeta, também em todos os níveis.
Mas como já foi também falado, muitas reações físicas, orgânicas iriam e estão se desencadeando, em função da mudança e ativação do nosso Corpo de Luz, em relação às nossas glândulas e ao nosso próprio DNA.
Mas o que hoje venho chamar a atenção, é que muitas vezes, esquecemos que não é só no nível físico, que esta mudança de estrutura, esta ocorrendo.
“Estamos sem termos noção exata, desconstruindo nosso próprio Ego, e nos preparando para a construção de uma nova e real estrutura psicoemocional”.
Então irmãos, aquietemos nossa mente.
Entremos em contato sutil, com nossa Supra Consciência, pois muitos de nós, já não precisamos de bengalas emocionais, de alteradores de níveis consciênciais. Na realidade devemos e precisamos sim, entrar em contato com nosso próprio EU SOU, e continuar com o que já foi começado da nossa própria Ativação, para suportarmos os níveis de Energia, a que seremos expostos.
Se a pergunta que não quer calar é COMO?
A resposta que me vem é INTERIORIZANDO-SE, voltando para si mesmos, buscando no nosso interior, o melhor. E quando digo interior, refiro-me à Chama Trina, que representa , a matéria, o espírito e a emoção.
Somos todos um único Corpo, representado pela mais ínfima criatura existente na cadeia animal, nos reinos vegetal e mineral.
“Se na Casa de Nosso Pai, existem muitas Moradas”, façamos desta em um outro nível, juntamente com toda Hierarquia de Luz, a tomada de consciência do porque de estarmos encarnados, justamente neste momento.
Levar o Planeta e a nós mesmos como Espíritos que somos a Reintegrar-se novamente, às Hostes de Luz foi, e é nossa maior PRIORIDADE.
Acordemos Peregrinos, pois é com vocês, é comigo e com aqueles que vierem a se juntar a nós, que faremos a nossa parte.
Canalizado por Magaly Delgado





quinta-feira, 22 de setembro de 2011

AMOR DE NOVELA

Amor de Novela

Lá estava eu fazendo minha caminhada diária, quando me deparei com um casal brigando feio numa das alamedas onde estava andando. Os gritos e as lágrimas assustaram até os gansos que estavam na beira do lago. Pensa que é exagero? Não é não! A briga era feia mesmo! Imagine-se na minha situação: eu caminho e não corro, mas tive vontade até de fingir que estava treinando para São Silvestre, e sair de lá rapidinho, mas mesmo que quisesse meus quilinhos a mais não iam me permitir.
O pior era que o casal nem se incomodou com a minha presença, e por mais que apressasse os passos não pude deixar de ouvir o que estavam dizendo. Pelo jeito do rapaz, o relacionamento já era, pelo jeito da moça, a aliança da mão direita já iria passar bem depressa, para a mão esquerda, mas o que mais me impressionou foi a maneira que ela implorava para ele continuar.
Passei por eles depressa, mas a cena ficou na minha cabeça pelo resto do dia, e fiquei me questionando o que fazia alguém implorar o amor de uma pessoa daquela forma. Isto me fez voltar no tempo e descobrir porque aquela cena tinha me impressionado tanto. Me fez lembrar que um dia eu também tinha me prestado a fazer aquele papel. Tive vergonha de mim mesma, mas hoje assumo isto.
E vocês, sejam honestos: algum dia na vida já tiveram esta experiência? Espero que não, mas cuidado: sempre poderá acontecer um dia.
E é por isso que tive vontade de escrever. Porque será que nós, seres humanos, nos prestamos a viver este tipo de amor de novela? Muitos podem pensar que só mulheres se prestam a isso, mas particularmente conheço alguns homens que já tiveram até vontade de se cortar os pulsos. Tudo bem que nós mulheres somos emocionais, que os homens são racionais, que as mulheres fazem amor, e os homens sexo. Até aí não é novidade nenhuma, apesar de achar que as coisas estão mudando, mas os questionamentos ainda são muitos, e as respostas bem poucas.
Talvez o melhor fosse falar; depois de pagarmos tamanho mico,quem vai querer sair por aí e confessar que um dia acreditou que entregou todo seu poder para outra pessoa. Quantas pessoas me procuram dizendo que tem que lutar pelo amor de fulano(a) ou de siclano(a) e daí eu pergunto: Porque você tem que lutar? E sabe qual é a resposta: Ele (a) está confuso, ainda não sabe que me ama, da mesma forma que eu o amo. Mas que loucura minha gente! Como? Como pode ser que alguém não saiba dos próprios sentimentos? Como alguém não sabe o que sente quando beija,quando abraça, quando transa? Todos sabem a diferença de fazer amor e transar. Porque nos iludirmos dessa maneira e vivermos de sonhos e ilusões, se no fundo o que queremos é camuflar nossa própria baixa estima? Nós necessitamos viver esta estória porque é melhor isto do que nada. Muitas vezes nem amamos, amamos o sentimento. É o amor, a forma de amar que queremos. Precisamos viver a fantasia para espantar o vazio, a solidão. Quando percebemos que o “sonho” acabou, entramos em desespero e passamos a viver o “pesadelo”. Passamos a implorar as migalhas que o outro têm a oferecer, e o pior é que, às vezes, nem migalhas chegamos a receber. Ninguém é de ninguém. Não podemos querer ser o centro do universo de ninguém, e ninguém pode ser o centro do nosso universo. A melhor maneira de ser amado é aprender a se amar, é começar a se gostar e se aceitar como é, e se não se aceita, MUDE! Faça alguma coisa por você, passe a se gostar e se respeitar e verá que o jogo muda, e se não mudar, não era ele (a) o seu eleito (a).
Às vezes temos que passar por tudo isto; encontrar pessoas erradas, sofrer dignamente por amor, e eu digo dignamente para depois encontrarmos alguém que realmente valha a pena. Não existem pessoas iguais nem fórmulas mágicas para sermos felizes. temos que aprender vivendo. A única coisa que podemos fazer é ter respeito por nós mesmos e tentar ser feliz. Minha avó já dizia: "para cada panela há sua tampa".
Pense no que falei e boa sorte.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Invocação às Forças Sagradas

PARA OS PEREGRINOS DESTE PLANETA TERRA


Invocação às Forças Sagradas
Invoco agora o Poder da Luz dentro do meu próprio SER.
Que as energias que vem do Norte, do Sul, do Leste e do Oeste, me amparem nesta hora.
Que seu Poder, desperte às Forças Sagradas existentes dentro de mim.
Que minha memória Ancestral, venha em meu auxilio, recuperando a Sabedoria dos meus Antepassados.
 E que seu Poder de Luz, exorcize todas as energias nefastas que estejam agregadas, libertando-me de todas as privações existentes em meu caminho.
Que a Força Magnética da Grande Luz se espalhe ao meu redor, e em torno de mim, irradiando Paz, Amor e Harmonia.
Que as Forças Sagradas existentes em mim, manifestem em minha vida sua Infinita Abundância e Prosperidade.
E que o Poder do Divino Amor, restabeleça em minha vida, a comunhão existente entre o feminino e o masculino, libertando-me de toda energia negativa, vivenciada por mim em nome do Amor.
Através da sua Infinita Sabedoria, restitui em minha vida a Cura de todos os males e doenças.
Que o Fogo, a Terra, a Água e o Ar, se mantenham em equilíbrio, preparando meu corpo Físico, Mental e Espiritual, para a ativação do meu Corpo de Luz.
Faça com que as Forças Sagradas do meu EU SOU, se espalhem por todos os recantos, envolvendo o reino animal, mineral e vegetal, os Seres Encarnados e os Desencarnados, as Cidades, Países, e toda Mãe Terra.
Que está Força Irradiada se espalhe entre os Universos e se Una novamente à Fonte Infinita da Criação.
Assim Seja

Canalizado por Magaly Delgado


sábado, 17 de setembro de 2011

AMAR É DIVINO

Amar é divino.
Não sei aonde ouvi está frase.
Mas hoje, em especial, não quero falar de amor incondicional, hoje quero falar de AMOR.
Amor compartilhado, sentido, vivido.
Aquele amor que aquece que nos faz transbordar de felicidade, que nos faz querer estar com o outro a todo instante.
É sobre este amor que quero falar.
Como é bom Amar, como é bom viver o Amor.
A entrega, a paixão, a amizade, o companheirismo, o romance, o sexo, tudo é maravilhoso quando se ama.
Pena que o verdadeiro Amor, anda tão banalizado.
Mas vejam bem, seria apropriado, dizer neste caso VERDADEIRO?
Ou seria melhor dizer somente AMOR. Pensando bem, dizer que o Verdadeiro Amor anda tão banalizado, com certeza, é perceber que não se trata de um Amor Verdadeiro.
Redundância?
Com certeza.
Mas a vida anda cheia delas.
Melhor que falar de Amor, é sentir Amor. É Amar e ser Amado. Epa!
Mas e quando não o somos?
E quando Amamos, e não somos correspondidos?
E quando amamos, e o outro (a) não está nem aí para o nosso Amor? Quanto sofrimento, não é mesmo?
Quantos desencontros, quanta tristeza, quanta solidão.
Quanto sentimento desperdiçado. Conheço pessoas, que esperam ser amadas, e notadas, e queridas, na ânsia de despertar no outro o mesmo amor, na mesma medida.
Conheço outras que falam: Ele (a) me ama, só não sabe disso ainda...
Pode?
Ouvindo as musicas de algum tempo atrás, notamos que sofrer por Amor, era melhor que nada. Era melhor que viver o vazio ou simplesmente o não viver ou sentir.
Tom Jobim, Vinicius de Morais, Tim Maia, Roberto Carlos, Fabio Junior, Sandy e Junior. ESPERA, eu falei Sandy e Junior?
Será que hoje a moçada realmente sabe o que é sofrer por Amor?
Será que eles sabem o que é aquela dorzinha? Será que eles esperam o tempo amenizar a dor, até este Amor ser correspondido, ou trocado por outro?
Espero sinceramente que sim.
O que não entendo, é falar de amor, dizer que ama, e "ficar com um, dois três, e nem sei quantos" numa balada.
O que não entendo é viver uma história de Amor, e trair, somente por que tá no embalo com os amigos.
O que não entendo, é descontar a dor de um amor, numa outra pessoa, só porque alguém a fez sofrer.
O que não entendo, é dizer que ama, somente pra levar o outro(a) pra cama.
O que não entendo é aonde foi parar o VERDADEIRO CONCEITO DE AMAR.
No passado, no presente, e com certeza no futuro, o Amor foi e sempre será o mesmo.
O que pode mudar independente do Tempo: Somos Nós.
Os Seres Humanos que somos.
Nossos sentimentos, nossas verdades, nossa índole.
Isto sim, é que muda o Amor.
Mas neste momento, quantos não estão à espera deste mesmo Amor?
Homens e Mulheres, ninguém nasceu para ser só.
Espero que todos sejam felizes, mas o que é mais importante do que Amar, é Respeitar o outro, e o principal, respeitar a si mesmo.
Acho que este talvez seja uma dica para se ser Amada e Feliz.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

ABRINDO O BAÚ

ABRINDO O BAÚ
Peregrinos deste Planeta chamado Terra,
Paz e Luz.
Tem dias na vida da gente, que buscamos algo diferente ou inovador para passar o tempo, e para mim hoje é, ou melhor, está sendo um destes dias.
Vislumbrei todas as possibilidades que estavam à mão, e só me restou, realmente duas opções:
Organizar meu guarda roupa ou pintar as grades do portão aqui de casa.
Como aqueles que me conhecem sabem que não levo nenhum jeito para pintura, fiquei mesmo com o guarda roupa.
Você deve estar se perguntando:
 Este é o jeito inovador dela passar um dia diferente?
Pode apostar que no momento a resposta é um sonoro SIM.
Faz muito tempo que não consigo cuidar das minhas coisas, fico enrolada com uma série de situações, e quando me dou conta, o dia já findou e nada de fazer o que devia.
Acho que a maioria de nós, de tempos em tempos se esquece de se priorizar.
Nestas pequenas coisas, é que percebemos como o tempo que dedicamos a nós mesmos, se restringe ao tempo vago, ocioso. Aquele tempinho que nada temos com que se preocupar.
E na verdade nossas “Pré-Ocupações”, é que deveriam ocupar nosso tempinho vago.
Mas voltando ao que realmente importa, lá fui eu arrumar minha Caixa de Pandora, ou melhor dizendo, meu guarda roupa.
Uma caixa de surpresas,um verdadeiro baú, esta é que é a verdade. Como um ser humano pode guardar tantas tralhas?
Roupas que não servem mais, vidros maravilhosos de perfumes, só que vazios, bolsas, cintos, que nem brechó compraria.
Quanto bom gosto (na época).
Mas tantas lembranças, aquela blusa usada no primeiro encontro, aquele xale que pertenceu à vovó, tudo nos remete a tempos vividos.
E a caixa de fotografia? Parei me sentei no chão e fiquei olhando aquele tesouro.
Acreditem se quiser, vi uma foto de 1980, e não é que ainda tinha a mesma blusa?
Igualzinha a que usava a viúva Porcina, aquela da novela, cheia de babados. (Gente não era mal gosto, eram os anos 80).
Ficamos guardando, guardando nossos TESOUROS na esperança de reutiliza-los um dia, e acabamos super lotando nossa vida de tranqueiras.
Epa!
Falei vida, mas na verdade, desculpem o ato falho, deveria ter falado GUARDA-ROUPA.
Mas no nosso guarda roupa, ou melhor na vida, fazemos a mesma coisa.
Tentamos RECICLAR o tempo, e no intuito de ir vivendo, às vezes, reutilizamos velhos hábitos, antigas emoções, e nem nos damos ao trabalho de verificar o que ainda nos serve.
Ligamos o automático, engatamos a primeira e lá vai...
Continuamos a viver egóicamente antigas emoções. Na esperança de como as roupas velhas, possam ser reaproveitadas, pelo novo grito da moda.
Sem nem ao menos, pararmos para nos adequar a novos e verdadeiros sentimentos.
Nos acostumamos a superlotar nossa vida, com todos os tipos de situações, e seguimos em frente, juntando nossas tranqueiras. Até que no devido tempo:
 POSSAMOS ARRANJAR UM TEMPINHO A NÓS MESMOS, PARA COLOCARMOS NOSSA PRÓPRIA VIDA EM ORDEM.











terça-feira, 13 de setembro de 2011

DIA DE CÃO

Á todos os Peregrinos deste Planeta Terra.

Parece que nesta manhã todos resolveram transitar pelo mesmo caminho que eu. A avenida parada, carros buzinando, motoqueiros ziguezagueando entre os carros, pessoas apressadas se encaminhando ao metrô com caras de sono, e lá estou eu tentando me manter calma, no meio daquela loucura.
Todos os dias, procuro caminhos alternativos para fugir do transito desta cidade, mas parece que a grande maioria das pessoas também, e sabe o que acontece? Tem congestionamento até em rua sem saída.
Fico pensando se alguém algum dia vai dar um jeito nisto. O bom é que sobra tempo sempre para dormir um pouco mais, afinal se maquiar em casa para que? No transito sobra tempo. Se existisse “chapinha” que funcionasse ligada no acendedor de cigarro do carro, seria da maior funcionalidade, imaginem quanto tempo economizaríamos antes de sair cedo de casa.
A mulher hoje em dia, com esta vida agitada, tem que matar um leão por dia, para dar conta de tudo. Cuidar da casa, fazer compras, trabalhar, cuidar das crianças, e ainda tentar se manter sexy quando o marido chega em casa.
E o pior é que quando estamos definitivamente MORTAS de cansadas, e decidimos que a única companhia que queremos para dormir é o travesseiro, encontramos na cama o maridão todo esperto, querendo treinar o Kama Sutra de A a Z.
Mas como já dizia minha avó, quem tem, tem que cuidar. E aí realmente é que mora o perigo. Gente fala sério, a concorrência está desleal. A mulherada esta caindo matando, jovenzinhas, mocinhas, velhinhas, será que nenhuma delas viveu um dia de cão?
Imaginem que um dia uma amiga, encontrou uma cartinha do marido, exatamente assim:
Para minha querida e dedicada esposa,
No ano passado tentei fazer amor com você 365 vezes, uma média de uma vez por dia, abaixo está uma lista das razões que você deu para me rejeitar:
Semana errada     11
Pode acordar as crianças      7
Está quente demais        15
Muito cansada        1
Muito Tarde        16
Muito cedo   9
Fingindo dormir   33
Os vizinhos podem ouvir 3
Dor nas costas 16
Dor de dente 2
Dor de Cabeça   6
Não está a fim    31
O bebê pode chorar  18
Assistiu show até tarde  15
Máscara de Lama  8
Creme na face  4
Bêbado demais   7
Esqueceu de ir à farmácia 10
Visitas dormindo ao lado   7
Acabou de arrumar o cabelo   28
É só nisso que você pensa?  62

Minha querida, você acha que poderemos melhorar nosso desempenho no próximo ano?
Seu sempre esposo dedicado,
Fulano de Tal


Gente será que este cara existe?
Garanto que no segundo item da lista, tem muito homem que já esta dando o cartão vermelho para companheira.
Mas fica aqui uma pergunta; E quando é ao contrário?
Como será que o homem se comporta, e como ele se sente quando vive Um Dia de Cão?
Como será que ele reage, depois de um engarrafamento, de um trabalho extressante, de um chefe chato, de ter que brincar com as crianças, e de ter que assistir com a sogra , novela enlatada Made in México?
Será que vai ter tesão, quando a mulher querer começar as preliminares?
Ou paciência, quando a companheira decidir contar como foi o seu dia?
Conheço muitos que com certeza terão.
Mas também conheço, aqueles que por nada já estão tendo crises, e chegam até socar a parede, para não ter que socar a mulher ou a sogra.
O ser humano é tudo igual, com pequenas ou grandes diferenças, não importa o sexo.
Mas vejam só, comecei falando do meu dia de cão e olha onde foi parar?

Magaly Delgado










sexta-feira, 9 de setembro de 2011

A VIDA É MÁGICA



Pense sobre isto. “A Vida é Mágica”.
Ensinam os Seres de Luz que um dia, teremos a consciência de quem fomos, o que somos, e para onde vamos, daí muitos de nossos problemas terminariam.
Como ainda não temos esta consciência, e sei que o que sou hoje foi construído no meu passado, em outras existências, e o que realizo hoje surgirá na próxima vida, estabelece para mim a certeza de estarmos moldando nossa próxima personalidade, próximo corpo e também decretando a nossa maneira de viver, em outra existência.
Somos Deuses Físicos em Ação, moldando nossas criações, nossas obras, nossos corpos, nossas vidas.
Poderemos ser Anjos ou Demônios, vivermos na verdade ou mentira, sermos felizes ou infelizes, perfeitos ou imperfeitos, amarmos ou odiarmos, vivermos na paz ou na guerra.
Mas o que será que você, que possui a chave mágica da vida, está construíndo para o seu amanhã?
Por muitas vezes já me questionei sobre este assunto. Não pense você que o nosso despertar é uma simples divagação, um simples pensamento que vagueia em nossas mentes.
Não. A partir do momento que o inconsciente coletivo nos coloca diante das questões relacionadas com o nosso despertar, somos impulsionados a encontrar as verdades e direcionar o melhor caminho para a transformação.
O Universo inteiro conspira a nosso favor, mas temos que aprender através da fé, a discernir sobre a dualidade do caminho.
Quando decidirmos acordar desta dormência, e deixarmos de nos comportar como seres criados em série, como robôs, que vivem num materialismo desenfreado, (somente preocupados com o consumismo que tomou conta do mundo), perceberemos que o inconsciente coletivo se manifesta através dos inconscientes individuais, e se quando despertado, você ajudar os outros também a despertar, desencadear- se- á uma grande e verdadeira transformação.
E sendo assim, poderemos escolher realmente o que seremos.
Disse Ouspensky que foi discípulo de Gurdjieff:

“O homem vulgar está constantemente num estado de inconsciência, semelhante ao sono, é ainda pior, porque no estado de sono ele fica totalmente passivo, enquanto no estado de pseudo vigília pode atuar. Mas as consequências dos seus atos repercutem-se sobre ele e sobre o seu meio e, entretanto, ele não tem consciência de si mesmo. Não é mais do que uma máquina, tudo chega até ele.
Não pode controlar seus pensamentos, nem a sua imaginação, nem as suas emoções. Vive num mundo subjetivo, ou seja, um mundo feito do que ele acredita amar ou não.
Ignora o real. O mundo autêntico é lhe ocultado pelo muro da sua imaginação.
Ele vive no sono.”

Se, a partir de agora , cada um de nós, tomar consciência que nossa vida é resultado do que nós críamos, posso então dizer:
“Seja bem vindo, finalmente, você começou a despertar”.
E o momento é agora.

 Em um outro momento,numa palestra o mestre indiano J. Krishnamurti disse aos presentes:

“ Se não houver nenhuma mudança agora, os senhores serão exatamente os mesmos que eram antes...
A humanidade tem medo, mágoa, dor, ansiedade, lágrimas, insegurança, confusão. Coisas a que todo ser humano na Terra está sujeito, e os senhores são como os outros. Portanto os senhores não são indivíduos.
Eu sei que o meu corpo é diferente do seu, a senhora é mulher e eu sou homem. Mas estamos no mundo como unidade. Quando este relacionamento é sentido, o senhor é o resto da humanidade. Então, ocorre algo totalmente diferente, não apenas palavras, imaginações, mas o sentido disso, a imensidão disso.”

Então podemos observar que: Além do meu despertar, dependo também do despertar de cada um de vocês. Porque somos Um.
E se todos acordarem, abriremos verdadeiros portais, e conseguiremos nos reintegrar de novo às Hierarquias de Luz.

Magaly Delgado

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A NECESSIDADE DE SER FELIZ




Você é daqueles que desperdiça a vida atrás da tal ”FELICIDADE”?
Se é, bem vindo ao clube.
É normal criarmos metas, objetivos, nos empenharmos para conquistar as coisas, idealizar pessoas, irmos em busca de novos sonhos.
É inerente do ser humano, idealizar novas conquistas, alçar novos vôos.
Por vezes perseguimos estes objetivos. Perseguimos a FELICIDADE, vivemos da expectativa, empenhamos toda nossa atenção, toda nossa energia ,pois é claro: Temos que ser felizes.
Um projeto de vida, um carro novo, namorada nova, casamento, filhos, emprego, poderia criar uma lista infindável, pois muitas são as coisas que queremos nesta vida.
E percebam o tempo não é tão grande assim, afinal, nascemos e um dia partiremos.
E aí é que está o problema.
Gastamos a vida inteira, perseguindo novas conquistas, novos objetivos, para sermos “felizes”.
E quando conquistamos… Partimos em busca de novos sonhos, de novas coisas.
A felicidade é instantânea. Num “quantum” de tempo, deixamos de ser, ou de se sentir, e daí, como loucos, voltamos a correr de novo atrás dela.
Na realidade nem temos tempo de curtir, de agradecer, de viver, como pessoas felizes.
A ansiedade, a expectativa que criamos é tanta, que por vezes nem damos o devido valor ao que conquistamos.
A Felicidade por ser uma meta de vida, quando vem fácil, deixa de ser felicidade não é mesmo?
Felicidade se tornou um sonho, algo idealizado, onde colocamos no futuro todas as nossas esperanças. Falei no “Futuro”?
Será que é difícil ser feliz AGORA?
Será que o muito ou o pouco que conquistamos não nos deixa felizes?
Será que sempre vai ficar em nossa boca o gostinho de quero mais?
 Será que em algum momento alguém vai se sentir realizado com o que já conquistou? Sabedor de ser um Ser feliz?
Muitas são as perguntas não é mesmo?
Não precisamos ser velhos para nos sentir realizados com nossas conquistas. A felicidade é agora. Somos felizes somente por estarmos vivos.
Enquanto espermatozóides, na corrida pela sobrevivência, nós fomos os ganhadores, foi cada um de nós que conseguiu estar aqui.
Acho que deveríamos rever o conceito “ SER FELIZ”.
Afinal estou falando de conquistas, imaginem se estivesse falando de derrotas.
Namastê

Magaly Delgado


 Ps_ Publiquei este texto em 2009, mas relendo meus escritos, acho que veio à calhar.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Assumindo a Divindade Dentro de Nós



Peregrinos do Planeta Terra,
Luz no coração,

Hoje por duas vezes, li e ouvi depoimentos de pessoas distintas em lugares diferentes.
A abordagem era semelhante, e o assunto o mesmo. Será o acaso, batendo em minha porta?
Uma pergunta que talvez eu me fizesse, caso eu acreditasse em ACASO.
Mas o importante, e o que realmente interessa, é o assunto abordado.
“RECONHEÇA O PODER DIVINO EM VOCÊ”
Este era o assunto.
Eu mesma por muitas vezes já escrevi sobre o fato, mas diante da “coincidência”, fiquei pensando sobre o tema.
Muitas pessoas ainda buscam Deus no externo, como se fosse um Ser à parte.
 A visão de Deus acaba variando de pessoa para pessoa, de religião para religião.
 Uns até o enxergam como um Ser punitivo, onde o pecador se não andar na linha, pode até mesmo, acabar amargando no fogo eterno. Outros o enxergam, como a figura de barba, semelhante a Jesus, que ao ouvir as nossas preces, vira até nós atender nossos mais variados apelos.
E olhem que em matéria de apelo, nós somos bons.
Quando falta o dinheiro para pagar o aluguel, lá estamos nós a apelar.
Quando desempregados, olha lá mais um apelo.
Quando somos abandonados, ou nos encontramos doentes, lá vai mais um.
Esperamos que os milagres se operem em nossas vidas, e que desçam do céu, para nos tirar das aflições.

E por infinita misericórdia, muitas e muitas vezes somos atendidos, mesmo tendo esquecido que o GRANDE MILAGRE, é reconhecer em nós a própria divindade.
Sendo o homem a Imagem e semelhança de Deus, e o reino de Deus estando dentro de nós, o por que então, da dificuldade em aceitar a Divindade dentro de nós, como nossa real natureza?
Assumindo a Divindade em nós, iremos entender que a Infinita Sabedoria do Criador, nos concedeu como herança divina todos os recursos de nós mesmos, operarmos em nossas vidas, nossa grande transformação.

Devemos  assumir a Infinita Luz de Deus em nós, e compreender que como seus filhos, temos o direito e o dever de manter esta Luz acesa em todos os momentos da nossa vida.
Magaly Delgado
Abaixo transcrevo um decreto de libertação, onde assumimos a nossa divindade.
Decreto de Libertação

“Eu (digam seus nomes completos), um Anjo de Luz, encarnado em Terra, para viver as experiências que o Todo precisava, estou neste momento, dentro desta energia, dentro deste Amor que aqui vibra, procedendo à minha libertação. Eu quero, agora, assumir a minha Divindade. Eu quero, agora, viver para o Espírito, na alegria, na felicidade, na abundância e na prosperidade. Estou ciente de que dores, tristezas, angústias, solidão e pobreza são ilusões. São ilusões que fazem parte da dualidade. Eu, um Arcanjo de Luz, tenho em mim toda a Luz do Universo. E assim sendo, eu quero assumir a minha maestria, a minha Luz e, toda a potencialidade do que Eu Sou.
Eu Sou o que Eu Sou.
 Eu Sou o que Eu Sou.
Eu Sou o que Eu Sou.


  

domingo, 4 de setembro de 2011

Peregrinos de um Planeta Chamado Terra

PEREGRINOS NESTE PLANETA CHAMADO TERRA
Luz no Coração de todos.
Alguém neste momento deve estar se perguntando o porque do nome: ” Peregrinos de um Planeta Chamado Terra”.
Eu me sinto assim, e como eu, muitos devem se sentir também.
Buscamos a nós mesmos, numa eterna procura pelo nosso próprio “GRAAL”.
Submetemo-nos desde o nosso nascimento, a todos os tipos de influências e controles externos. Herdamos de nossos pais e ancestrais padrões de conduta e pensamentos, e nem percebemos se estamos vivenciando nosso próprio Caminho, ou o deles.
Como presos na “MATRIZ” (referência ao filme), vivenciamos o dia a dia, sem perguntas nem respostas, sujeitos à acertos e erros. Colhendo resultados que podem definir o rumo de nossas vidas.
Mas quem já não errou?
Quem já não se arrependeu, ou descobriu que foi feliz e não sabia?
Vocês podem estar se perguntando, mas sou feliz assim?
Erros e acertos fazem parte da Vida.
Fazem, com certeza fazem.
Mas me nego a repetir os mesmos erros.
E se acertei. Se estou, momentaneamente feliz, ótimo.
Sinal que venho fazendo a lição de casa.
Mas o fluxo da vida faz com que passemos para outras fases, a ânsia que nos movimenta em direção ao futuro, fazendo com que nos aventuremos por caminhos desconhecidos, nos leva a um processo de Auto Conhecimento.
E aí é que está.
Aí é que começa nossa Peregrinação.
Somos peregrinos em busca de nós mesmos, da nossa própria Evolução.
Ninguém esta aqui de passagem.
Estamos incondicionalmente prontos a experimentar uma nova proposta de Vida.
E para isto temos que estar Conscientes de quem somos. O que queremos e o principal, o que vamos fazer da nossa Vida.
 Afinal, lutamos bravamente, em meio de milhões de espermas, para estarmos aqui.
E o Segredo desta Caminhada, é estarmos conscientes deste processo e sair da dormência, do estado autômato, que até num passado recente estávamos.
A Evolução é nossa meta, só conscientes cresceremos.
Só conscientes iremos alçar novos rumos no caminho do Amanhã.
Como Peregrinos estamos em busca de nó mesmos. E como cenário de fundo, temos este Planeta maravilhoso chamado Terra.











sexta-feira, 2 de setembro de 2011

AMOR QUE SEJA INFINITO ENQUANTO DURE


AMOR, QUE SEJA INFINITO ENQUANTO DURE.





Sentada aqui nesta pedra, enxergo o horizonte a minha frente, para mim não existe nada mais bonito do que o entardecer, o céu todo alaranjado, e o sol refletindo baixo sob as águas da represa.

Neste momento me deixo levar pelas lembranças, e bate aquela nostalgia já conhecida, saudades de tempos passados, amigos ausentes e amores antigos.

Deixo-me percorrer por caminhos conhecidos, e percebo que sou uma mulher privilegiada, amei e fui amada, vivenciei este amor do começo ao fim, e é uma pena, que tudo tenha um fim.

A maturidade nos mostra onde acertamos onde erramos, mas ela infelizmente não nos torna impassíveis de vivenciar e repetir tudo de novo.

Não é a idade que nos torna mais sábios, mas sim o meio de nos auto conhecermos, o modo como aprendemos com o que passamos, com o que sentimos, com nossa própria fragilidade ou dor, nossa sabedoria de vida, nossos sucessos ou fracassos.

A idéia de passar de uma fase de vida para outra, muitas vezes me assustou, e me vi presa, a relações acabadas, sentimentos extintos, esticando a corda fictícia de relações inexistentes, que só eram reais para mim.

O medo de deixar o conhecido, mesmo que este seja o caos, nos impede de mergulhar em novas relações, e sucumbimos muitas vezes a ilusões que não nos acrescentam nada, a não ser a falsa crença de “sermos felizes”.

E o problema é que está ilusão ou mentira, às vezes dura uma vida inteira, e quando acordamos e nos damos conta do que não vivemos, vem este sentimento nostálgico, que nos arrasta, e nos faz sentir a dor do que perdemos, ou talvez do que nunca tivemos.

Muitas pessoas ainda preferem viver na mentira, representam relações perfeitas, e sonham com algo inalcançável, o príncipe dos contos de fada, que nunca virará sapo.

Quantos amores tivemos, e quantos ainda iremos ter?

Porque fugir de nós mesmos, do que realmente somos ou queremos, das falhas ou acertos, e corrermos o risco de repetirmos relações doentias?

Doentias, porque cedo ou tarde estão fadadas a morrer, acabar. Começaram simplesmente pelos motivos errados, pois na maioria das vezes, não deixamos o outro conhecer realmente quem somos, o que sentimos e o pior, o que esperamos dele.

Olhando a água já escura, agora sem os raios do sol que já se põe, agradeço por ter vivido o que vivi, e poder mesmo que tardiamente, começar a entender que os verdadeiros amores são para vida inteira, mesmo sabendo que em alguns casos, eles tem data e hora marcada para acabar. Findos, devem ultrapassar o sentimento da dor e acalentar o coração, como agora num fim de tarde.

Pois como já dizia o poeta: “ O amor, que seja infinito enquanto dure”.