Pesquisar este blog

domingo, 29 de maio de 2016

EU





Pacifique seu espírito com palavras que suavizam a tristeza da sua alma, abdicando sempre, daquilo que de nada acrescenta na jornada do teu auto conhecimento. 
Crescer, evoluir e sair do véu da ilusão, é tua missão primordial, para o ajuste carmico da tua existência. Contabilize créditos através da compaixão e caridade, para mais ajudar do que ser ajudado. E entenda que a vida material, é o mais próximo da matriz que tua alma necessita para chegar à perfeição e elevação do teu EU.
Magaly Delgado

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Eu me quero de volta






Carregamos tantas malas pesadas, de sentimentos destrutivos, de amores perdidos, de dissabores vividos, que nos esquecemos que precisamos de espaço pra viver novas alegrias, novos amores...
Quero me despir do tempo, de tudo que esta atrelado pelo medo, e me despojar de tudo que me atrasa, me arrasa e destrói o que de novo construo.
Nós frouxos de relações mal resolvidas. Dependências de relações acabadas, tristezas profundas, um pedido de socorro que nunca veio..
Da onde me faz fingir uma força que já não tenho.
Quero me despir de tudo, desatrelar os elos que me prendem, e ir em busca do meu Eu, cansado...
Mas consciente dos sonhos não vividos, que esperam engavetados pelo que se chama de destino.
Parto em busca de mim, e me resgato das mãos de quem nunca me tiveram, de quem nunca conseguiram domar meu coração ferido.
Quero abrir as janelas, me aquecer com palavras gentis, e me achar, como se estivesse perdida de quem eu era...
Arrastada de um lado e do outro, esqueci de mim.
Eu me quero de volta.
Ei você... Que não soube me amar...me devolva inteira...
Pois preciso de cada pedacinho meu, que deixei pelo caminho.
Magaly Delgado