Pesquisar este blog

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Sacode a Poeira- 2013 Esta Chegando




Passamos por altos e baixos, rimos, choramos, muitas vezes o desespero bateu à nossa porta, e por pouco não sucumbimos...
A felicidade esta na simplicidade dos momentos vividos, conquistas, que obtivemos e que ficarão guardadas pro resto de nossa vida.
Infelizmente, a vida não vem com manual.
A prende-se errando, perdendo, suando a camisa, ela geralmente não é fácil...mas quem disse que seria?
A vida em si, vem recheada de testes, para ver se está preparado para a próxima fase.
Uns riem, outros choram...mas muitos perceberam que chorar sempre, dá rugas e não nos leva a lugar nenhum.
Acordam e sacodem a poeira, tiram o ranço da dor e seguem em frente.
Muitos podem perguntar, se eu tenho a resposta para a dor do mundo...infelizmente não, nem para as minhas mesmo.
Mas sei que algo me motiva, a continuar...consegui entender que existem dois tipos de pessoas:
As que choram e as que vendem lenços.
Eu vendo lenços.
Cansei de chorar, acho que não tenho mais nem lágrimas.
A todo instante tenho que me reinventar, dar um tempo pra mim respirar e seguir em frente.
Posso dizer que estou longe da perfeição, e nem pretendo chegar até ela.
Quero somente viver...e ter momentos que me façam olhar em volta e dizer que tudo esta valendo a pena.
Se de uma chance, fuja do vitimismo, perdoe a si mesma pelos erros e siga em frente, ninguém tem o poder de te fazer feliz, se tem...corra resgate ele de volta.
A vida é sua, vá lá e seja feliz...
Magaly Delgado

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Quem sou eu, sem você?





Segure-se em meus braços e vamos juntos voar pelos campos do desejo...transformando nossos sonhos, e nossos medos. Reconhecendo em nós a parte que nos faltava...eu e você, dois corpos unidos pela essência, submissos ao desejo de se ter.
Quem sou eu, sem você?
Um pálido tom de cinza...cheio de emoções conflitantes.
Que busca se saciar em teu corpo, e sobreviver junto à tua alma.
Reconheço em ti, a parte que me faltava.
A expressão mais profunda do meu Ser.
A razão de eu querer continuar, aqui.
Consolida comigo, o que tanto procuramos,
Criando raízes profundas, na carne e na alma.
Me rendo a ti, numa doce reverência, onde meu corpo se rende aos domínios do teu.
Quem se importa, com os estigmas da carne, se minha alma e a tua, regozijam-se sem pudor?
Vem...descansa em meus braços, e se entrega sem reservas a este amor...
Magamagaly

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Labirinto da Alma




Fecho os olhos...
Embalo em nuvens de cetim e laços de veludo, no toque profundo
Dos sons, que acordam os rios que choram de mansinho
Sinto o sopro do vento no rosto, são teus beijos doces, meigos...
Desencanto da minha alma, desatino do meu desejar
Busca incessante com que engulo a vida de um só trago
Lágrima derramada no meu cálice
Pássaro ferido de um amor com sede de infinito
Vagueio nesses labirintos vazios, perdidos, distantes...
Vagamente iluminados pelas sombras
Da sedução da lua que caminha silenciosamente pela noite
Qual mariposa esvoaçante… que pousa levemente...
Em flores de prata, dança sensual de colibris de mil cores
Doce delírio conflituoso entre o ardor do desejo da carne
E a pureza da mente, enigma constante, puzzle (in)completo...
(in)decifrado das emoções encerradas no porão dos (des)encantos!
Ergo as mãos ao céu, e deixo cair entre os dedos a tinta...
Com que me visto de olhos fechados, pérolas que me adornam
Luxúria pura encarnada no êxtase do teu sonhar
Puro amor que tanto buscas encontrar, numa sede sem pudor
Sentida no arrepio da pele, leve pousar dos teus rosados lábios
Embala-me no teu mundo de sonhos...
Possui-me com tua luz, como braços que me enlaçam
A alma, entregue a ti… numa oferenda mágica,
Lapso de tempo, esse tormento insano de te querer pertencer
Fecha os olhos, viaja…  e faz de mim tua amante!
SUS

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Meu Pranto





Meu Pranto

Socorro...
Grita o meu Eu, sufocado...
Já não consigo mais carregar a dor de não poder ser eu mesma.
Pra que se fingir de forte, quando o que quero agora, é o conforto de um abraço.
Um ombro para chorar as minhas lágrimas.
Será que ninguém percebe, minha agonia disfarçada.
Será que ninguém ouve o meu pedido de socorro,
a necessidade de uma mão amiga?
Todo este tempo, sendo quem não sou...
Todo este tempo, acumulando dores, dissabores, mágoas...e fingindo um sorriso de quem tudo pode, tudo aguenta, tudo enfrenta...
No começo até eu acreditei...Eu posso, foi o que pensei...
Por que fingir era muito mais fácil, do que enfrentar o que me amedrontava, do que colocar o dedo na ferida da minha alma...
O tempo foi passando, e agora que ninguém me ouve, minha alma grita os anseios de quem não quer mais calar...
Quanta hipocrisia...Demorou para a mentira vir à tona.
Demorou para que as represas se rompessem e eu me afogasse no pranto que eu nunca derramei...
Será que vou ter que pagar um preço maior que esta dor, para poder ter um colo, um ombro pra chorar?
A culpa não é de quem não me ouve, ou das pessoas que eu tão bem enganei. A culpa se pode se dizer assim...é minha, por não ter me acolhido, por não ter me dado a chance de ser e sentir a verdade.
Mas hoje eu vou chorar...
Vou derramar todo um pranto guardado e sofrido.
Vou deixar-me afundar, num mar de lágrimas...para depois de esgota-las, vir a tona de novo, e me dar uma nova chance.
Uma chance de ser EU MESMA.
De ser generosa comigo mesma...Isto eu mereço.
Não posso mais carregar a dor do mundo.
Eu quero quem eu fui de volta...quero minhas verdades...quero quem eu realmente sou.
E se pra isto eu vou ter que enfrentar a dor, então vamos lá...
Mas antes, vocês vão me dar licença...Mas eu vou chorar...
Texto de Magaly Delgado


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Dor de um Amor

























Lembra de mim quando a falta dos meus carinhos se fizerem notar.
Lembra que já não estarei do teu lado quando a saudade chegar.
Que nas noites frias, na tua cama vazia, nada terás.
E somente a lembrança do que já foi um dia tu guardaras.
Eu seguirei o meu caminho.
A ti me entreguei de corpo e alma.
Nunca deu valor ao que tinha.
E só quando me perdeste é que lembrou.
Agora és tarde meu amor.
Teu tempo passou
Rumo em busca de outros braços
Na certeza de que algum dia encontrarei 
o que você descobriu quando já não me tinhas mais.
O meu amor acabou
Mas tu ainda me amaras mesmo que seja tarde.
E o que sentes, já senti um dia.
E sei o que é a dor de um amor.
Magamagaly

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

12.12.12 HOJE- Muito Importante







Meus amigos...
Hoje é um dia que a muito se tem falado.
Muda-se nossos códigos genéticos espirituais, somos reconectados com as órbes e fraternidades de luz, pelo Amor.
Elos de uma mesma corrente, entrando em Unicidade com o Pai e uns com os outros.
Este foi um ano, muito difícil, onde tivemos que superar nossas perdas, e enfrentarmos ciclos necessários para um novo começo.
Todos de alguma forma, 

tiveram que enfrentar suas verdades, encarando um processo de Auto-Conhecimento.
Nossos códigos genéticos espirituais, há algum tempo, já estão sofrendo modificações.
Muitos dizem sobre o fim do mundo, mas o que finaliza, é o mundo interior como conhecemos.
O Plano de Luz, resgata na humanidade a necessidade de enxergar o Todo como parte integrante de si mesmo.
Quanto maior for o número de pessoas que se conscientizarem que somos muito mais que aparentamos nesta fase material, maior sera a oportunidade da nossa evolução se concluir como o desejado.
O despertar de nossas consciências, para uma nova realidade, ajudará este Planeta a se Reintegrar de novo às Orbes de Luz.
Como a muito já foi dito, a separação do joio do trigo, já vem sendo feita, não cabendo mais a nós o julgamento, nem condenação de nossos irmãos, que ainda necessitam de orientação.
A integridade de suas consciências, e o Amor acionado em cada vórtice de luz de seus corpos espirituais, vos ajudará a viver este
Amor Incondicionalmente.
A respiração, os ajudará a baixar os índices de ansiedade, e desconforto, que poderá ser gerado.
Beba muita água, a fim de eliminar toxinas e se alimente com moderação, para que sua matéria não gaste energia desnecessária, na absorção dos alimentos.
O amor é a maior fonte de ligação que teremos, o quinto elemento, que compõe com A terra, Ar, Fogo e Água, os princípios básicos na vida do Planeta Terra.
Fazemos parte de uma mesma corrente...e da mesma criação.
Entremos em agradecimento, por estarmos aqui, para vermos e sentirmos, a importância para os Seres que virão.
Obrigada meu Pai Eterno.
Obrigada aos meus Mentores de Luz
Obrigada a toda hierarquia Espiritual.

Texto de Magaly Delgado.

Oração- Uno com Deus

Sou Uno com Deus.
Neste momento entro em contato com o meu Eu Interior,
Sinto a grande força que se manifesta dentro de mim.
Invoco sua Luz e Misericórdia.
E me coloco em tuas mãos.
Restabeleço à nossa união neste instante, e recebo todo direcionamento que necessito.
Abro meus canais e através do meu Eu , manifesto as grandezas do Pai.
Sua proteção me afasta de toda influência negativa.
Sua bondade atraí para minha vida, toda prosperidade que necessito.
Sua justiça me faz escolher o caminho da verdade.
Seu amor torna minha vida plena ,
Manifesto todo o seu poder, através das minhas realizações.
E a sua Paz transforma minha vida, e fortalece minha Fé.
Sou Uno com Deus.
Magaly Delgado

domingo, 9 de dezembro de 2012

Força






Use todos os seus sentidos para perceber o que a vida tem a lhe oferecer.
Não deixe que o medo lhe impeça de ser feliz.
A felicidade só acontece para aqueles que acreditam que os momentos se eternizam.
Descubra em você a força que movimenta o Cosmo. Esta força está aí, represada e pronta para jorrar Amor, em todos os aspectos da sua vida.
Acredite.
Magamagaly

sábado, 8 de dezembro de 2012

SAUDADES




Porque existe a despedida dos que amam, se todos sabem, que o amor não deixa ninguém ir. Ficamos ligados na lembrança, no desejo de se ter, o que fisicamente já não esta...como dói a saudade.
Vivo da lembrança que me resta, das sensações qu
e me fazem chamar você no escuro do meu quarto.
No choro incontido, dos meus momentos de solidão.
Ontem chamei você...sim todos me olharam, como se fosse loucura chamar alguém que esteve comigo, toda uma vida...esta bem, esqueci, um ato falho da minha cabeça. Um grito de desespero do meu coração, um grito pedindo socorro, por não saber como viver sem você.
Me agarro às minhas lembranças, pois são o que me resta de uma vida...me pego pensando se Deus pode me tirar isto...e me aflige a ideia do tempo, apagar os detalhes, as nuances e enlouqueço de saber que pode não haver mais o que lembrar ou sentir...
Deus, não é revolta...mas por favor não deixe o tempo me roubar a memória... já que o mais importante você já levou...
Magaly Delgado

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Tortura de Natal









Sabe quando você olha a roupa na vitrine da loja, se apaixona e quando vai comprar, só tem um número abaixo do seu, e mesmo assim, você aperta de um lado e do outro, prende a respiração, até quase ficar roxa e compra?
Pois é, comprei...
Fui provar o vestido para uma amiga ver, e não é que falta quase dois dedos pra fechar?
Socorro, culpa do calor, que faz a gente ficar inchada...das cervejinhas com os amigos depois do serviço, dos sorvetes pra refrescar, no calor quem aguenta ficar em casa?
A rua me chama e com ela os restaurantes, lanchonetes e adjacências...
Tô ficando depressiva, tudo culpa do calor...
Cheguei pra um amigo e falei:
Não sei mais o que fazer para perder uma grama,
"Chama o jardineiro, ele disse".
Neste sufoco todo e ainda tenho que escutar piadinha.
Até aposta tão fazendo, uns acham que eu consigo, mas a maioria...
Mas meu amor próprio diz, que eu vou conseguir, tenham certeza.
Nem se for para passar à saladinha e água...mas entrarei no vestido.
Por que será que a gente faz estas coisas, tanto sofrimento por causa de uma roupinha...bom é melhor eu caber no vestido mesmo, senão este ano a família vai ter um lindo Papai Noel...
HO HO HO....Eu.
Magaly Delgado

DESEJO, PAIXÃO E AMOR








Esperei que a casa silenciasse,
que meu coração acalmasse,
que minha lucidez aparecesse...
Para poder pedir a Deus, um pouco mais de sabedoria,
para aprender a lidar com este amor,
que me tira a lucidez e me enlouquece os sentidos.

Queria poder olhar pra você,
Sem este desejo louco, que me invade.
Sem esta sensação maluca de medo, de abandono 
só de pensar em nunca mais te ver.
Queria poder calar os gritos da minha consciência
quando gritam o desespero da tua ausência.
Queria poder calmamente te amar...
E entender que pra sempre é tempo demais...
Queria simplesmente te ter.
E deixar que a vida se encarregasse do resto.
Desejo, paixão e amor
Tudo ou nada.
No meu Ser
No teu Ser
simplesmente te amar, e te ter.
Em mim, me amando.
Magamagaly

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Amor Próprio







Tem amores que vão e vem, entram e saem das nossas vidas, como se a porta estivesse aberta...
Não esperam um convite, simplesmente se instalam, e nós...
Sim, e nós?
Nós nos contentamos em te-los, vive-los como se fossem pra sempre.
Mas nest
as idas e vindas, quem sofre realmente é o nosso amor próprio, este coitadinho, esquecido, que fica sempre a espera de um elogio( que as vezes nem acontece), de uma declaração de amor( que nunca chega), e se contenta com tão pouco, que qualquer um pode ama-lo.
Dá dó não é mesmo?
E pensar que é ele quem deveria filtrar, quem entra ou não na nossa vida, que merece ficar ou não, e quem realmente nos ama ou não.
Amor próprio, este é o segredo...
Se não cuidarmos dele, já era...
O primeiro que chegar, bom ou ruim, lhe fazendo festinhas, levará você, inteirinha, inteirinha...pro céu ou o pro inferno.
Magamagaly

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

O Amor, ele É...


Todo poeta fala sobre as dores do amor,
e poucos conseguem falar que somos as pessoas mais felizes quando amamos e somos amados.
Sofremos por não sermos correspondidos
Sofremos por amarmos em uma proporção diferente do outro, como se fosse possível, dimensionar o amor.
Sofremos, quando não conseguimos amarrar o outro para que ele sirva aos nossos próprios propósitos.
Sofremos quando o amor termina, como se ele nunca tivesse existido.
Queremos comandar nossos sentimentos, e o pior os sentimentos de outras pessoas, como se fossemos generais num campo de batalha.
Deixamos de compreender que o amor é uma dádiva, que existe como forma de doação.
Que amor e paixão são duas coisas distintas e diferentes.
Que deveríamos amar, sem exigir nada do outro, pois ninguém é dono de ninguém.
Que o Amor seja eterno enquanto dure.
E que sejamos amados pelo que somos e não pelo que queríamos que fosse.
O amor ele É.
Chega de mansinho, e se instala em nossas vidas sem pedir licença, sem querer nada em troca.
Ele simplesmente acontece.
Amar é uma dádiva, que nem todos ainda conhecem.
Magaly Delgado


terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Aridez da Vida



Aridez da Vida

Criei raízes cedo demais...
Podei meus sonhos, deixei de alimentar minhas esperanças e aceitei a vida, resignada.
Vi passar por mim os anos, e com eles foi-se a pureza da minha alma.
Cedo demais, me entreguei à espera da úni

ca mudança natural da vida, mas até para morrer, tem que se ter a conivência da morte.
Quando nada se espera, nada se tem.
Hoje percebo que deixei de lutar cedo demais...
Fui deixando me engolir, pela aridez da vida, pela amargura alheia, pela luta, pela fome, e vi morrer em mim, além da minha beleza, todos os meus sonhos.
Culpa-se alguém por não lutar...uma batalha que começou perdida?
Nestas terras de ninguém, no sertão da minha vida, ser mulher é ser mais um braço na lida.
Um dia tive sonhos, bem sei eu, que os tive.
Mas eles ficaram pra traz, com os dias que se foram, com o amor que nunca tive, com o reconhecimento que nunca veio.
Aqui nasci...aqui estou.
Criando raízes neste chão, de meu Deus...a espera de que chova, assim pelo menos, saberei que minhas raízes vão longe, neste chão, neste lugar, onde me perdi de mim, sem esperança alguma de me encontrar...
Magaly Delgado

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

ESCOLHA





Hoje ao perceber que tu ias mesmo embora, e que poderia te perder para sempre, chorei.
E sem vergonha nenhuma pedi pra ficar.
Esqueci o que já sofri, 
Esqueci tudo que já me prometi
Esqueci do orgulho que eu tanto falava,
Na hora nada valia.
Chorei e choraria,
Naquele momento era você ou o orgulho que eu tinha.
Magamagaly

12/12/2012





12/12/1
2

O próximo 12 de Dezembro se produzirá um evento sem precedentes na história da Terra. Pela primeira vez se ativarão de maneira definitiva os códigos 
de luz da alma. Os quais foram desativados faz milhares de anos.
Cumpre-se assim um requisito imprescindível para a chegada da nova Terra: ao ser humano, pois, para ascender, tem que estar completo.
Recuperaremos deste modo o que nos pertence por direito próprio: a lembrança de quem somos e para que viemos, assim como as capacidades que nos são inerentes.
Mas uma coisa é recuperar e outra é saber utilizar.

Para as pessoas que estão despertas, a recuperação dessas lembranças e capacidades pode representar uma bênção. Muitos levam anos desejando-o. Entretanto, os que ainda continuam ancorados na velha energia podem ver-se imersos de repente em um profundo caos interior.
Lembranças aos que não encontram o porque e percepções que não compreendem e que, além disso, assustam-lhes. Será necessário que, depois dessa data, as pessoas que trabalham ao serviço da Luz aumentem seus esforços para ajudá-los a integrar o processo.
Cada um de nós deve preparar-se previamente para esse momento, tal como nos aconselha o Mestre Kuthumi com estas recomendações:
1. Procurar a paz interior. Um momento de silêncio ao dia para escutar a voz do coração.
2. Receber conscientemente a luz do sol, com a intenção de absorver seu poder curador e elevador de freqüências.
3. Manter o rumo na direção indicada pela voz do coração.
Aquilo que somos se manifesta nestes dias mais que nunca. Caem as ataduras que nos cegavam, derrubam-se barreiras que nos limitavam. Por fim, muitos de nós nos animamos a empreender aquilo que devemos realizar aqui, nesta dimensão.
4. Praticar o desapego de velhos padrões limitantes. Abandonar os pensamentos, costumes e reações que alimentam ainda a antiga energia, procurando transformá-los em luz por meio do amor.
5. Fomentar o Amor em todas nossas relações, as que mais amamos e as que nos conectam com o medo. Estas últimas são as que mais nos elevarão se formos capazes de banhá-las de amor e aceitação.
6. Receber a energia da Fonte em meditação.
Sua influência em nossos corpos sutis é imensa. Possui um grande poder transmutador que nos libera e nos conecta.
7. Sentir-nos Um. Praticar em nossas visualizações a União com tudo o que é e com tudo o que existe.
Quando chegar o momento receberemos em nosso interior uma grande luz. Essa luz traz os códigos de ativação que necessitamos para recordar. São códigos de uma vibração muito alta. Quanto mais elevada seja a própria vibração durante esse dia, mais harmônica resultará a entrada da luz e sua ancoragem em cada um de nós.
Podemos nos preparar como nos recomenda o Mestre Kuthumi, mas, além disso, esse dia devemos dedicá-lo especialmente aos cuidados da própria energia, ao equilíbrio interior, a manter a vibração bem alta.
Atividades como meditar, passear ao sol ou estar em contato com a Natureza, são as mais recomendáveis. Terá que evitar especialmente tudo o que nos desconecte de nossa essência.
Deveremos nos alimentar com moderação, procurando não ingerir mantimentos de baixa vibração, como a carne ou os vegetais transgênicos, e realizar algum exercício físico que nos ajude a ativar o fluxo sangüíneo, já que os códigos de luz serão transportados através do sangue, do coração ao resto de nosso organismo.
A ativação se estará produzindo durante todo o dia, mas não perceberemos completamente seus efeitos até o dia seguinte, depois de ter dormido um mínimo de seis horas.
A partir da manhã de 12 de novembro, muitas pessoas sentirão o profundo desejo de dar um giro completo a suas vidas. Outros empreenderão seu caminho com forças renovadas; e outros sentirão uma grande confusão interna.
Os efeitos variarão em função do grau de evolução de cada um, e das resistências que esteja opondo ao processo de mudança, que todos estamos experimentando.
O objetivo desta ativação é acabar com as limitações que, do interior de nós mesmos, estão nos impedindo de evoluir ou despertar.
Não se trata de uma interferencia no livre-arbítrio dos seres humanos. Trata-se de eliminar uma limitação que nos foi imposta ha milhares de anos, quando alguns seres confusos decidiram interferir em nosso processo evolutivo.
Se nos detenemos a explicar o como e o porque daquela ocorrência, seria entrar na velha energia de separação e luta, da que já nos estamos afastando. Já não importa como, quando, onde, quem ou para que, dentro de pouco estará resolvido.
O 12 do 12 do 12 se produzirá uma grande ativação, mas não será a última. Grandes acontecimentos nos esperam à volta da esquina.

Recebamo-los com amor, livres de temores e inquietações, porque chega o reino da Luz à Terra, e isso merece uma grande festa.
Todos Re-unidos em relação a diversidade, uma orquestra sinfônica tem dezenas de instrumentos variados, diferentes, mas juntos soam celestialmente. Assim devemos estar conscientes neste momento. De coração a coração, muita luz.
Maestro Kuthumi


12.12.12 - COMO PREPARAR-SE PARA O PRÓXIMO PORTAL

Acredito que são atitudes que, independente da abertura do portal 12:12:12, devem ser buscadas por nós constantemente. Trata-se de mantermos a nossa integridade como Seres Divinos que somos.
Começando a limpar nossas próprias Vidas amorosamente. Despedindo-se de todos os hábitos e formas de pensar que têm suas raízes na ilusão da separatividade e da negatividade. Revisem seus mundos e desprendam-se. Livrem-se de tudo que não está em consonância com a Verdade de seu Verdadeiro Ser, ou Ser Real. Simplifiquem tudo, até que tudo esteja vibrando de acordo e deixe espaço para o Novo... Terminem tudo o que deixou inacabado, resolvam todas as relações que estiverem pendentes, livrem-se de tudo que os prendem ao passado, tudo que os tornam menor do que realmente é. Organizem suas Vidas de maneira eficiente e equilibrada, dando assim um suporte para o Ser Superior.
Assegurem-se de ter um tempo para cada coisa, para poder então entrar no Silêncio e escutar as Transmissões que a partir de agora estão disponíveis. Reúnam-se com Grupos para apoiarem-se em desenvolvimento contínuo. Reservem um tempo para relaxar e descansar, pois isto facilita a integração com as Frequências mais aceleradas que estão agora ao nosso alcance. Livrem-se de qualquer conceito errôneo a respeito de poderes. Todos nós temos usado de maneira errada nossos Poderes, isto é parte da terceira dimensão. Ponham de lado os conceitos de culpa e se perdoem por todas as transgressões. Recordem-se de quem realmente são e ancorem seu Ser Superior em seu corpo físico. Seus egos aos poucos desaparecerão.
Este Ser Superior é pleno de Amor e Sabedoria e começará a ver pelos seus olhos, a pensar pela sua mente, transformando tudo. Assumam suas novas identidades de Seres Superiores, sem nenhum temor. Centralizem-se no Todo, ao invés de nas partes do Todo. Vejam a Humanidade como um imenso Ser Superior unido em Amor. Sintam-se unos com o Anjo Dourado Solar e deixem-no Servir à sua vida diária e atuar na Consciência da Humanidade, aliviando suas cargas e iluminando seus caminhos. Lembrem-se que não estão sós, somos milhões...

Desejo








Percorri com os olhos o teu corpo
Senti em meu corpo o desejo 
Cada curva me faz te querer em mim.
E acabar com esta loucura insana que é esta paixão.
Teu corpo, tua pele, teu cheiro
Tudo me faz querer você.
Enquanto não te ter
Enlouqueço de prazer.
E acabo te procurando em todos os lugares, em todas as pessoas
o que eu bem sei, que só em você encontrarei.
Magamagaly

domingo, 2 de dezembro de 2012

Perguntei...








                     Perguntei a você quando começou a me amar, na mesma hora me respondeu:
                     Quando pedi a Deus que mandasse alguém para me tirar da solidão.
                     Magamagaly