Pesquisar este blog

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Chama por mim








Já não sei mais como fazer você me entender,
Sigo os teus passos, de mansinho.
Em busca do teu caminho.
Mas me perco na dor deste silêncio.
Às vezes acordo assustada,
com tua voz na minha cabeça,
a me chamar, falando meu nome baixinho.
No meu corpo, a solidão e o vazio.
Sem tuas mãos, sem teu carinho.
Me dispo na frente do espelho, e procuro as marcas da noite que tivemos.
Mas ao me ver... só vejo a dor da minha alma, sem você.
Não existem, beijos, nem caricias, nem suor nem corpos em brasas.
Nem meu nome nem seu nome. Nada.
A não ser eu...
Perdida nesta loucura difusa,
que me confunde a cabeça,
Pois não sei se é amor ou fantasia.
Escuto tua voz a chamar.
Vem mesmo em fantasia, chama por mim.
Te espero.
Mas aquece meu corpo, aquece o frio da minha alma.
Mas vem...
Chama por mim.
Magamagaly

Nenhum comentário:

Postar um comentário