Pesquisar este blog

sábado, 27 de maio de 2017

Tempo



  TEMPO

Tempo- Senhor dos Senhores
Temos o tempo como uma espada sobre nossas cabeças. 
Uma lembrança constante da finitude de nossa existência material.
Na juventude enfrentamos a vida, como se fossemos imortais nesta experiência material. E na maturidade olhamos o tempo de acordo com o que plantamos... Com temor, por não termos feito o que deveríamos ter feito, ou com a sabedoria de quem soube tirar proveito de todas as oportunidades. 
Na realidade...vislumbro o tempo, como se não houvesse o amanhã. Agradeço pelo que vivi, pelo que plantei, pelo que deixei de fazer, pelo que ainda fiz, mesmo não tendo sido correto. O tempo com tudo isto, me encheu de oportunidades, me deu experiência, aperfeiçoou-me com suas lições e me fez aprender a viver no Agora.
Através dele, aprendi que a vida, tem que ser vivida magicamente, como se o futuro não existisse.
Como seres imortais que somos, espíritos em constante evolução, deveríamos perceber que vivemos uma atemporabilidade consciencial.
Sem presente, nem passado, e nem futuro.
Trazemos em nós a lembrança do que somos, e não da forma como estamos.
Aprender a viver esta atemporabilidade, é se perceber em constante micro transformação... Desde às nossas lembranças celulares, ou até mesmo as nossas lembranças cósmicas em constante transformação. Viver o Agora,é perpetuar a vida no "momentum presente" sem a ilusão da imortalidade da matéria. 
O Tempo, senhor dos senhores, nada mais é, do que a lembrança constante de quem somos, e da onde viemos.
Aproveite a vida, aproveite as marcas que o tempo deixa registrado em sua carne...Dela um dia você se livra...Mas na Alma, no Espírito... As marcas serão o registro eterno, de quem você É.
Minha eterna gratidão ao Tempo, o Senhor dos Senhores


Nenhum comentário:

Postar um comentário