Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de outubro de 2013

O Rábino e a vaca


Li uma vez a estória de um rabino que foi num vilarejo com seu assistente e lá encontrou somente pobreza, miséria. A única coisa que o povoado tinha era uma vaca.
O dono da vaca, ao avistar o rabino, perguntou o que ele e a familia, poderiam fazer para melhorar a sub existência deles.
O rabino consternado pelo que viu, foi caminhando com seu assistente, segurando a corda que prendia a vaca, foi pensando num modo de ajudar aquelas pessoas.
De repente ao chegarem na beira de um penhasco, jogou a vaca lá para baixo. Num grito o assistente, xingando o rabino, que havia acabado de atirar a vaca, achou que o rabino tinha ficado louco. Imagine acabar de matar a unica forma de sustento daquela familia?
Ficando pocesso, saiu andando do lado contrário do velho rabino, como poderia ter como mestre um louco?
Passando muitos anos, o jovem assistente já no cargo de rabino, foi visitar uma próspera aldeia, e lá chegando reconheceu a pobre aldeia onde anos atrás ocorrera o episódio da vaca.
Ainda consternado, lembrando da loucura de seu antigo mestre, foi procurar, o proprietário da vaca.
Lá chegando, em vez do casebre miserável, encontrou uma casa próspera com empregados e fartura.
Ao bater na porta, perguntou pelo dono da residência, e este o recebendo, logo reconheceu no rábino, o jovem assistente do homem que havia atirado sua vaca, do precipicio.
Com uma exclamação de surpresa, o dono da casa, abraçando o rabino, foi logo perguntando do velho mestre.
O rábino sem saber como agir, diante de tão efusiva manifestação de alegria, foi logo querendo se desculpar, pela sandice do seu velho mestre.
Mas qual não foi sua surpresa, quando o dono da casa, começou a agradecer, e contar sua estória...
Disse que depois que o mestre, tinha jogado a vaca da familia no precípicio, e sem a venda de queijos, leite, que era a unica forma deles sobreviverem, a familia resolveu ir em busca de novas oportunidades. Saíram da zona de conforto, e foram em busca de novas conquistas. Cada um foi atrás de seus interesses, e conseguiram conquistar a prosperidade, ficando eternamente gratos, pela sabedoria do velho rábino, de ter jogado a vaca no abismo.
Então como vimos na estórinha do rábino, porque esperar que a "nossa vaca vá pro brejo", para tomar atitudes em relação a nossa vida?
Porque o medo de sair da zona de conforto, e tentar novas oportunidades, que a vida nos apresenta?

Espero que tenham gostado da história do velho rábino, e pensem o que estão fazendo das suas vidas?
Um beijo no coração de todos.
Magaly Delgado

Nenhum comentário:

Postar um comentário